terça-feira, 29 de abril de 2014

I Ciclo de Cine-Debates do Laboratório de Estudos de Gênero (LEGUFRJ): Pessoas Trans


Disponível em:  http://www.eventos.ufrj.br/?event=i-ciclo-de-cine-debates-do-laboratorio-de-estudos-de-genero-legufrj-pessoas-trans

Evento "Caminhando por negras geografias no Centro do Rio"


Disponível em: http://www.uerj.br/lendo_anote.php?id=709

Workshop "História Cultural da América Latina"


Disponível em: http://www.uerj.br/lendo_anote.php?id=708

Conferência "A cruz e a rede de dormir"


Disponível em: http://www.uerj.br/lendo_anote.php?id=707

Curso "Igreja Católica: organização, estrutura e história"


Disponível em: http://www.redesophia.com.br/maio/igreja-catolica-organizacao-estrutura-e-aspectos-historicos/

terça-feira, 8 de abril de 2014

Debate "O golpe de 1964 e a resistência: múltiplos olhares"


O golpe de 1964 e a resistência: múltiplos olhares é o tema do debate que a Coppe/UFRJ promove na próxima quinta-feira, 10 de abril, às 10 horas. O evento será realizado no auditório da Coppe, sala 122, Bloco G, Cidade Universitária, Ilha do Fundão.

Aberto ao público, o debate contará com as presenças do ex-deputado constituinte Vladimir Palmeira, líder do movimento estudantil nos anos 1960; dos jornalistas Raimundo Rodrigues Pereira, um dos fundadores dos jornais Opinião e Movimento, e Cid Benjamin, ex -integrante do Movimento Revolucionário 8 de Outubro (MR-8), do Capitão da Reserva do Exército, Ivan Soter, que integrou o grupo de militares que apoiou João Goulart, e do economista Ivan Pinheiro, um dos principais líderes do movimento sindical da década de 1970.

O debate será mediado pelo diretor da Coppe, Luiz Pinguelli Rosa.

Mais informações: http://www.planeta.coppe.ufrj.br/artigo.php?artigo=1788

terça-feira, 1 de abril de 2014

50 Anos do Golpe de 1964 - Programa integrado de atividades acadêmicas

As principais universidades e instituições de pesquisa do Rio de Janeiro – CPDOC/FGV, UERJ, UFF, UFRJ, UNIRIO, UFRRJ, PUC – Rio reuniram-se para organizar um conjunto de atividades acadêmicas com o objetivo de refletir e debater sobre o golpe civil-militar que completa 50 anos no dia 1º de abril de 2014.

Na primeira semana de abril serão realizadas, em todas essas universidades, diferentes atividades como mesas redondas compostas por pesquisadores, especialistas e escritores e mesas de trabalhos de alunos de pós graduação. O objetivo é discutir, ao longo dessa semana, os mais diversos aspectos relacionados à história, memória e historiografia do golpe de 64, assim como abrir espaço para os trabalhos que estão sendo hoje realizados pelos jovens pesquisadores dos Programas de Pós Graduação do Estado do Rio de Janeiro.